As datas mais quentes para aumentar as vendas do setor joalheiro

Débora Rodrigues

Com o Natal chegando, os consumidores têm mais dinheiro com o pagamento do 13º. E isso significa mais vendas para o setor joalheiro? Segundo a empresária Edinete Viana de Almeida, proprietária do Ateliê Nete Viana, nem sempre essa época traz mais lucros que as demais datas.

Edinete Viana de Almeida, proprietária do AteliIê Nete Viana

“Sou muito otimista e sempre tenho boas expectativas, mas na época de Natal é muito raro que as pessoas gastem com joias, já que terão de presentear toda a família, gastar mais”, conta ela, de acordo com a experiência que tem tido nos últimos anos.

A empresária baiana explica que o setor sempre vende mais joias durante outras datas comemorativas, como dia das mães, dos namorados, aniversários. “Aprendi a ser realista, superar as crises e espero que no próximo ano as coisas sejam melhores”. Segundo ela, em 2016 as vendas de sua loja superaram em 20% o resultado do ano anterior, mas em 2017 o índice pode não ser tão positivo. “Acho que teremos muito tempo para ajuste de nossa Economia, principalmente o setor joalheiro”.

Nete tem aproveitado a época para promover ações especiais, dando atenção redobrada para seus clientes fazendo promoções e ações focadas nas datas comemorativas, que são boas saídas para aumentar o volume de vendas. “Todos os anos faço um brinde para clientes, aviso que naquela semana receberei todas para a confraternização de Natal”, explica.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado