Nova tabela de bodas de casamento privilegia o colorido das gemas

Nova tabela de bodas de casamento privilegia o colorido das gemas

 

A partir de 1º de janeiro de 2011, as joalherias de todo Brasil passaram a adotar a nova tabela brasileira comemorativa de bodas de casamento, que privilegia os metais preciosos e as gemas. São 70 pedras preciosas que fazem referência aos anos de matrimônio, diferente da antiga, que possuía outros elementos como símbolo.
A nova tabela, proposta pela empresa Ewiglich Joias, de Petrópolis, teve a avaliação e revisão técnica pelo departamento de gemologia do IBGM- Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos e apoio da Ajorio – Associação dos Joalheiros e Relojoeiros do Rio de Janeiro. O trabalho de pesquisa foi realizado pela designer de joias Krica Braum.
Entre as alterações que mais se destacam estão as comemorações de um ano, bodas de Papel, que se tornou Ametista, as bodas de 10 anos, que eram Estanho e agora são de Esmeralda, as de 20 anos, que era Porcelana e se tornaram Diamante Colorido e as bodas de Vinho, referente aos 70 anos, que passaram a ser bodas de Platina. As mais conhecidas como Prata (25 anos), Pérola (30 anos), Rubi (40 anos) e Ouro (50 anos) foram mantidas.

Pesquisa
Segundo a designer da Ewiglich, Krica Braum, a ideia surgiu a partir de uma grade de alianças que ela começou a elaborar e percebeu que haveria mais possibilidades de criação se tivesse uma única tabela onde o setor pudesse se basear. “Essa tabela amplia a possibilidade de vendas de todo setor joalheiro, com criação de joias que possam eternizar esses momentos especiais”, explica. A pesquisa para concepção da nova tabela durou cerca de dois anos e o critério adotado para definir as pedras preciosas foi a possibilidade de confeccionar joias, a dureza e o valor. As pedras foram sugeridas pelos consumidores durante a pesquisa.

 

Entenda a origem desta e o impacto desta nova TABELA DE GEMAS COMEMORATIVA DE BODAS nas vendas de artigos de joalheria.

1) QUAIS CONCEITOS ORIENTARAM A ELABORAÇÃO DA NOVA TABELA COMEMORATIVA DE BODAS?
O mercado tinha como referência várias versões de tabela de bodas, sendo que nenhuma delas era oficial. Além do mais, a passagem de cada aniversário estava designada nas tabelas pelos mais variados e folclóricos elementos: bodas de papel, latão, vime, palha, etc… As tabelas já existentes foram um ponto de partida e algumas referências clássicas foram mantidas, como as bodas de ouro e prata.

2) QUAIS CRITÉRIOS FORAM USADOS PARA INCLUIR NOVAS GEMAS NA TABELA?
A tabela foi elaborada pela designer de joias Krica Braun, da joalheria Ewiglich, de Petrópolis (RJ). A sua pesquisa levou mais de dois anos. Além de dados técnicos teve embasamento em pesquisas de mercado junto a consumidores de joias no Rio de Janeiro. O público mais jovem manifestou sua preferência por joias com pedras transparentes. Já casais de faixas etárias superiores optaram por joias com pedras opacas e gemas orgânicas, como pérolas.

3) A PUBLICAÇÃO DA NOVA TABELA VAI RESGATAR O HÁBITO DE COMEMORAR AS BODAS COM JOIAS? COMO ESSA NOVIDADE PODE INCREMENTAR A VENDA DE PEDRAS PRECIOSAS BRASILEIRAS E DAS JOIAS EM GERAL?
Os casais, e em especial as mulheres, adoram comemorar. A nova tabela é um ótimo motivo para adquirir ou presentear com joias, sendo muito democrática, já que as joias podem ser trabalhadas em ouro ou prata, dependendo do perfil consumidor. De qualquer forma, a nova tabela comemora 70 aniversários unicamente com metais e pedras preciosas, ou seja, a comemoração será sempre com uma joia! Por isso, é necessário que o setor divulgue a nova classificação das gemas comemorativas das bodas entre os consumidores de maneira maciça e criativa para aumentar as vendas de joias com gemas.

 

 

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado