Cresce o número de empresas inadimplentes no Brasil

Por Reinaldo Domingos


Não basta boa vontade para prosperar. É preciso entender de finanças

Cresceu em mais de 10% o número de micro e pequenas empresas (MPEs) inadimplentes no Brasil, na comparação entre dezembro de 2017 e 2016. O número de negativadas chegou a 4,937 milhões no último mês do ano passado.

Muitos brasileiros possuem o tal “espírito empreendedor”. Vendem de tudo, desenvolvem técnicas, sempre arrumam um jeitinho de fazer com que as coisas aconteçam. Mas a verdade é que isso não basta para garantir um negócio próspero e sustentável, financeiramente falando.

Para empreender com equilíbrio, é preciso ter conhecimento sobre o conceito de empreendedorismo, ser educado financeiramente, ter ciência de micro e macro economia, saber de novos negócios e como anda o incentivo a essa prática em nosso país.

Um ponto fundamental para o sucesso do empreendimento, sem dúvida alguma, é gostar do que faz, o resto, pode ser desenvolvido e praticado. É muito mais fácil você procurar se informar e entender minuciosamente sobre um assunto que você goste, e isso de quebra ainda traz algo que a maioria das pessoas passa a vida toda buscando: satisfação pessoal.

Assim como em qualquer negócio, o foco deve estar nos resultados. Investir nas relações humanas, identificar oportunidades, ter perseverança e confiança e buscar o lucro são alguns dos aspectos relevantes nesse processo.

Para quem está pensando em entrar no mundo dos negócios, recomendo contar com o apoio de instituições especializadas, que oferecem cursos no ramo. Há, por exemplo, a pós-graduação em Inovação Empreendedora – Lucro em 1º lugar, Metodologia DSOP, na modalidade EaD (ensino a distância).

O conteúdo direciona para a mudança de conceitos sobre a gestão financeira, colocando o lucro em primeiro lugar. Assim saberá cuidar dos negócios sem interferir nos recursos familiares.

O conteúdo engloba aprendizados sobre seguro, previdência e sucessão familiar, além de especialização em técnicas de vendas e negociação. É possível aprender sete novas formas de empreender com educação financeira, além de obter capacidades essenciais para a gestão.

No entanto, não adianta apenas ser um empreendedor, é fundamental que você seja um empreendedor educado financeiramente. Essa é, aliás, uma dica que você deve levar para todos os aspectos da sua vida, tanto o profissional como o familiar.

Fonte: DSOP

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado