Desempenho da Economia Surpreende

Inflação e juros baixos apontam sinais de recuperação

Por Ecio Morais

O Índice de Preços ao Consumidor Amplo, a medida oficial de inflação, está girando em torno de 2,5% no acumulado dos últimos doze meses. Esse patamar se encontra abaixo de países como Reino Unido, Alemanha, dentre outros. Para quem já conviveu com inflação de 87% ao mês é realmente surpreendente esse momento.

A inflação baixa significa juro mais baixo e poder aquisitivo em alta. Os juros mais baixos induzem o investimento que, por sua vez, apesar da capacidade ociosa da indústria, promove o crescimento da economia. Já se fala em crescimento de 1% para esse ano e de até 4% para 2018.

Certamente, todos os segmentos da economia se beneficiarão de ciclo virtuoso que se retroalimenta. Devemos ficar de olho na política e não deixar que um aventureiro em 2018 coloque tudo a perder. Os desafios a serem enfrentados ainda são assustadores: crise fiscal e importância da reforma da previdência, gargalos de infraestrutura (rodovias, ferrovias, disponibilidade de energia elétrica, etc), baixa produtividade dos fatores de produção, crise política, ambiente de negócio adverso, dentre outros obstáculos.

Apesar de tudo vamos comemorar esses animadores sinais de recuperação. Já dá para respirar, o que não é pouco diante de tudo que passamos nos últimos três anos.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado