Dois diamantes gigantes são encontrados na Sibéria

Da Redação


As gemas têm 97,9 e 85,6 quilates, respectivamente

Mineradores da república russa de Iakutia encontraram dois diamantes gigantes, de 97,9 e 85,6 quilates, respectivamente, segundo informação da estatal Alrosa, o maior produtor de diamantes no mundo.

As gemas são muito raras e devem ser vendidas em leilões onde há uma grande demanda por pedras de altíssima qualidade e tamanhos acima da média.

Os diamantes, encontrados na mina de Yubileinaya, são transparentes com um tom amarelado e têm forma de octaedro.  A maior das pedras preciosas tem uma dimensão de 26 por 17 por 21 milímetros, enquanto a pequena tem 28 por 27,2 por 27,1 milímetros.

O maior diamante achado na Rússia nos tempos da URSS recebeu o nome de “XXVI Congresso do Partido Comunista”, tem 342,5 quilates e foi extraído em 1980 na mina “Mir” da Iakutia.

Ele é seguido pelo “Alexandr Pushkin”, de 320,65 quilates, batizado em homenagem ao famoso poeta russo e que foi achado em 1989.

Fonte: EFE

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado