Emar Batalha apresenta a coleção “Especiarias”, inspirada no Bazar de Istambul

“As especiarias são o toque final de qualquer comida, assim como as joias são o de uma produção de roupas”, diz a joalheira

por OLIVIA NICOLETTI

De cima para baixo: Brincos de ouro rosa, turquesas, esmeraldas e diamantes R$ 20.042; Anel de ouro, turquesa, esmeraldas, fluorita rosa e diamantes negros R$ 13.096; Anel de ouro rosa, turmalina rosa, turquesas e diamantes R$ 24.049; Anel de ouro rosa, rubi e turquesas R$ 6.785; Brincos de ouro rosa, turmalinas rosa, turquesas e diamantes negros R$ 15.888 (Foto: Thiago Justo)

 

A joalheira Emar Batalha cultiva três paixões: boa comida, bons vinhos e, claro, pedras preciosas. Embora as duas primeiras sejam encaradas apenas como hobbies – ela tem formação como sommelier e, aos 15 anos, já fazia bolos de aniversário para as amigas -, sempre que pode a joalheira as insere em seu trabalho.

A capixaba costuma organizar caprichados almoços para as clientes, com pratos preparados por ela mesma, e vive criando novas receitas de quitutes saudáveis para oferecer em sua flagship nos Jardins, em São Paulo.

Agora, é o tema da sua nova coleção que remete à boa mesa. Batizada de Especiarias e composta por mais de 50 peças, ela tem como inspiração o Bazar de Istambul especializado no assunto, que Emar visitou cinco anos atrás. “As especiarias são o toque final de qualquer comida, assim como as joias são o de uma produção de roupas”, diz ela.

Após o lançamento da coleção Afrodite, em maio passado, repleta de criações mais neutras compostas por pérolas e diamantes, Emar retoma agora suas origens e aposta novamente na rica mistura de gemas supercoloridas.

Coral, turquesa e lápis-lazúli são usadas com turmalinas rosas, rubis e rodocrositas, pedra romena em tons de rosa ou vermelho intenso (o segundo foi o eleito por Emar).

A grande novidade são os brincos, colares, pulseiras e anéis com pequenas gemas cravadas por cima de outras maiores. “É a primeira vez que uso essa técnica, que é bastante arriscada, pela probabilidade de a pedra de baixo quebrar durante o processo.”

Como não poderia deixar de ser, a joalheira idealizou uma experiência especial para apresentar a coleção: um almoço com menu-degustação temático assinado pelo chef William Ribeiro, do restaurante Seen (SP), com pratos pensados para destacar especiarias como curry e páprica. O toque final? Um bolo de frutas secas, noz moscada, pimenta e gengibre. Criado pela própria Emar, naturalmente.

Fonte: Vogue

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado