Europa e Ásia impulsionam o crescimento da Pandora

Por Gabriel Moura

As vendas do grupo Pandora cresceram no terceiro trimestre, uma vez que o forte crescimento na Europa e na Ásia superaram os resultados fracos registrados nos EUA. A receita aumentou 13% para US $ 809 milhões nos três meses que terminaram em 30 de setembro, informou a empresa de joias da Dinamarca.

As vendas na Europa, Oriente Médio e África avançaram 15%, somando US $ 397,9 milhões, impulsionadas pelo crescimento de mais de 20% no Reino Unido, Itália e Alemanha. A receita da Ásia subiu 26%, chegando aos US $ 173,2 milhões, principalmente devido a aumentos registrados na Austrália e na China.

A receita dos EUA aumentou 4% e alcançou US $ 174,1 milhões, ajudada por uma expansão da rede de lojas da Pandora no mercado local. No entanto, o setor joalheiro notou um difícil ambiente para o varejo nos EUA, por conta de furacões no Texas, Flórida e Caribe durante agosto e setembro, fatores que também influenciaram as vendas.

“A maioria dos nossos principais mercados de crescimento – Alemanha, Itália, Austrália e China – continuou a mostrar um desempenho forte com taxas de crescimento de dois dígitos”, disse o CEO da Pandora, Anders Colding Friis. As difíceis condições de mercado e o enfraquecimento do dólar dos Estados Unidos “continuaram a ser um desafio”, acrescentou.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado