Francesca Amfitheatrof é a nova diretora artística da Louis Vuitton

A profissional estará à frente das criações de joias e relógios da grife

Da Redação

A Louis Vuitton continua mexendo no seu time como forma de atualizar a marca e manter a preferência dos consumidores de luxo. A grife tem uma nova diretora artística responsável pela criação de joias e relógios da marca, Francesca Amfitheatrof, que foi líder da equipe de design de joias da Tiffany, quando, em 2013, se tornou a primeira mulher a ocupar o cargo.

A profissional deixou a posição em janeiro de 2017 quando a Tiffany nomeou Reed Krakoff como diretor artístico da marca. Amfitheatrof foi também designer sénior de joias da Asprey & Garrard; desenhou para a Chanel, Balenciaga, Fendi e Marni; e foi, durante três anos, curadora do Gucci Museo, em Florença.

Agora foi apresentada pelo CEO da marca, Michael Burke, como uma profissional talentosa e muito criativa no que se refere a utilização de materiais preciosos. Segundo especialistas do mercado de luxo, essa nomeação revela o quanto a Louis Vuitton encara a joalharia e a relojoaria como áreas estratégicas para o crescimento para a marca.

A maison hoje tem a sua própria oficina de joias e, segundo divulgado no Financial Times, em novembro passado, a Vuitton tem um ativo de mais de 200 milhões de euros em pedras preciosas. A marca também tem mostrado fôlego no mercado de relógios, tendo vendido cerca de 20 mil Tambour Horizon nos três meses após o seu lançamento, a um preço de 2500 euros.

Outro indício de que a grife vai investir com força nas joias e relógios é o fato da sua flagship na Place Vendôme, em Paris, ter ampliado a seção desses produtos. A loja está localizada no maior quarteirão de joalheria de luxo do mundo, vizinha da Chaumet, Cartier, Boucheron, Rolex e Piaget. Pelo que se nota, vem briga de gigantes por ai.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado