Joias em ouro deverão liderar escolhas para presente de Natal

Por Gabriel Moura

                               

Uma pesquisa realizada pela indústria joalheria sobre vendas de joias apontou que os consumidores deverão comprar mais peças em ouro como presentes de Natal, para dar a amigos e parentes. Essa tendência foi revelada no relatório Vendas de joias 2017 –  Compras para o Natal 2017, realizada em outubro, paralelamente à 5ª edição do Gold / Italy.

A proposta é que os joalheiros mundiais vejam nesse resultado uma tendência e possam planejar suas estratégias de vendas para a temporada de férias. Outro detalhe importante revelado é que as peças em ouro mais desejadas são pulseiras e brincos, que ficaram no topo da lista.

Essa pesquisa, realizada pela Format Research em nome da Federpreziosi Confcommercia, do Club degli Orafi e da Revista Preziosa, entrevistou consumidores com mais de 24 anos que visitaram as joalherias com a intenção de comprar nos últimos 18 meses.

Os resultados do inquérito mostraram que o número de consumidores que pretendem comprar itens de maior valor como presentes de Natal aumentou para 11,2% com relação ao ano passado, quando o número chegou aos 10,8%. Os principais itens de escolha são braceletes (50,1%), brincos (43,4%), pingentes (39%) e colares (36.2%). Os anéis (26,9%), os anéis de noivado (13%), os broches (12.5%) e os prendedores de gravata (11.1%) são os próximos itens apontados na sua lista.

Em termos de segmento de produtos, o ouro é visto como a aposta mais segura, com 22,7% dos entrevistados dizendo que comprarão jóias de ouro, seguido de jóias folhadas (17,7%), prata (14,1%) e platina (4,3%).

1 comentário

Comentar

Seu email não será publicado