Marcas crescem no Instagram e Youtube

Relatório da FAAP com a Socialbakers aponta para tendência no uso de imagens e vídeos

Foto: Divulgação


Se no trimestre passado, as marcas apostavam mais em links e imagens para preencher suas páginas nas redes sociais, o estudo #MS360FAAP, do Núcleo de Inovação em Mídia Digital (NiMD) da Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP) em parceria com a Socialbakers mostra que no período de julho a setembro, os vídeos ganharam força.

Segundo o relatório, as 100 maiores marcas atuantes nas redes sociais tinham, no começo de 2017, cerca de 800 mil seguidores em seus perfis no Instagram, aplicativo voltado justamente à fotos e vídeos. Neste trimestre, o número de seguidores aumentou em 22% para 980 mil. De acordo com o professor Thiago Costa, um dos pesquisadores do NiMD, esse crescimento se deu pela ascensão do Stories, lançado em agosto de 2016, e o uso deles pelas empresas anunciantes.

Outro ponto apontado pelo relatório que demonstra a preferência por vídeos é aumento nos inscritos nos canais das marcas analisadas no YouTube. Houve um aumento de quase 85 mil no início do ano para mais de 110 mil assinantes no trimestre mais recente, aumento de 29%.

Já o Facebook, da mesma empresa e com as funções similares às do Instagram, sofreu queda nas interações e crescimento de seguidores. As marcas do segmento de Mídia e Notícias, decresceram em 10% nos comentários, reações e compartilhamentos. Elas acumulavam 10.311.273 interações entre janeiro e março deste ano e hoje contam com 9.274.236, a maior queda entre as páginas dos demais segmentos.

Fonte: Meio & Mensagem

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado