Mitologia é tema da nova coleção da Manoel Bernardes

Por Gabriel Moura

Afrodite, Deméter e Perséfone são as deusas que inspiram as novas joias

Uma coleção inspirada por deusas é a aposta da Manoel Bernardes para conquistar as consumidoras de joias. Em sua nova coleção outono/inverno, batizada de Mitologia, a joalheria evoca elementos do passado para construir um novo futuro.

A proposta não é simplesmente adornar, mas resgatar símbolos fundamentais para os dias de hoje. Amor, vida e espiritualidade são alguns dos temas presentes entre as novidades, que traçam um caminho mais humanista até o futuro.

Na linha Deméter, deusa que ensinou o homem a cultivar e que representa o mito da primavera, a Manoel Bernardes se inspirou no trigo, na cornucópia e no verde das plantações. Gemas como esmeraldas, citrinos, tsavoritas, quartzos, jade verde e peridoto, entram em cena, garantindo o brilho das joias.

Já Perséfone, a deusa do mundo interior, capaz de acolher luz e sombra, chega representada pela Manoel Bernardes em peças com esbanjam um certo ar de mistério e exploram a beleza das pérolas, tanzanitas, iolitas, quartzos preto e quartzo fumê, diamantes, espinélios e diamantes brown.

Afrodite, por sua vez, a deusa do amor, está presente em peças que expressam geminilidade e delicadeza. As joias são compostas de pérolas, topázio sky, morganita, diamante e safira rosa, combinadas com ouro branco, amarelo e rosa, pontuadas por um design moderno, elegante e atemporal.



Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado