O novo papel do representante de vendas

O novo papel do representante de vendas

O mundo digital já é uma realidade muito maior do que algumas pessoas ainda imaginam. De acordo com os últimos relatórios e tendência de consumo, em média os brasileiros já passam quase cinco horas conectados à internet. Essa dinâmica transforma o digital no principal ponto de contato entre empresas e consumidores, provocando uma verdadeira revolução no ponto de venda. O varejo físico passa por transformações profundas e, nesse processo, o papel do vendedor entra em cheque. Como fica o seu papel diante dos desafios imposto por essa nova era ?

As tendências indicam que cada vez mais o varejo online deverá se integrar às vendas físicas. A experiência de compra será focada no consumidor, e não mais no canal. Isso significa que para atrair e engajar o cliente no ponto de venda, se torna imprescindível ter profissionais ainda mais bem qualificados treinados e antenados às novas exigências impostas pelo mercado. Para Fernando Cortés, proprietário da Attempore Consultoria, empresa especializada em capacitação para o ramo joalheiro no Brasil, – que ministrará uma palestra especial para os vendedores na 65ª FENINJER – a tecnologia e a venda por internet, poderão sim, com eficiência, substituir o representante que faz da sua venda um processo mecânico e de hábitos rotineiros. “Para ser indispensável na cadeia de comercialização das joias, o profissional deverá sair da zona de CONFORTO e superar com eficiência e praticidade a zona de CONFRONTO com o novo mercado, o novo consumidor, o novo produto e as novas atitudes no atendimento ao cliente”. Segundo o especialista, o mercado do luxo está ainda mais competitivo e diversificado. Hoje a compra da joia não é apenas um ato emotivo e sentimental. O novo cliente procura por argumentos e informações sobre o valor agregado das joias. Por outro lado, também há o consumidor indeciso, precisando de suporte para realizar a compra. “Daí vem a imperiosa necessidade por parte do representante, atualização permanente sobre o conhecimento do produto e a comercialização das joias. Saber vender e argumentar sobre as novas pedras preciosas, os diversos acabamentos, tipos de lapidação e cravação diferenciados, etc, se tornam fundamentais”, adverte o treinador.

 

 

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado