Ouro: o mais nobre dos metais

Da Redação

Considerado o mais nobre dos metais, o ouro tem origem no latim Aurum e sua propriedade química Au lhe confere um significado místico, associado à imortalidade. Sua raridade e perenidade estimulam a cobiça, mas uma série de outras características desperta o imaginário coletivo e deve estar na ponta da língua dos profissionais que atuam no varejo.

Você sabia que o ouro…

  • é um metal amarelo encontrado há mais de 6.000 anos?
  • está presente em todos os continentes, em pequenas proporções? Estima-se que pouco mais de 100 mil toneladas de ouro foram extraídas até hoje. Isso significa que todo o ouro disponível no mundo, se fundido em uma peça única, poderia ocupar um cubo com 19 metros de lado.
  • tem duas formas de ser retirado da natureza? A extração primária é feita nos depósitos de rochas minerais e a secundária (também chamada de jazidas de aluvião) acontece nas margens ou foz dos rios.
  • é ouro e não importa a mina, como ou quando foi extraído? Uma joia confeccionada hoje pode ter ouro minerado há séculos.
  • é imutável, ou seja, pode ser fundido com outros metais e refinado novamente que não perder suas características?
  • não reage com a água, com o ar ou com a maioria das substâncias corrosivas, mantendo-se inalterado à passagem do tempo?
  • é sensível ao cloro e ao bromo?
  • é um metal extremamente dúctil, maleável e flexível, podendo ser reduzido a finos fios sem se romper? Com um grama é possível fazer um fio de quase dois quilômetros.
  • tem cotação internacional definida em Londres diariamente e seu valor é reconhecido mundialmente? É uma moeda universal que não perde seu valor material. Quando dividido mantém seu valor proporcional, o que não acontece com as pedras preciosas.
  • pode ser chamado por dois nomes, que são sinônimos: ouro 1.000 (terminologia europeia) ou ouro 24 quilates (terminologia norte-americana, simbolizada pela letra ‘K’)?
  • é muito macio para ser usado nas joias, requerendo ser endurecido com uma liga metálica? No Brasil, em geral, as joias de ouro são 750 ou 18K, ou seja, são compostas por 75% de ouro e 25% de liga com outros metais?
  • tem dureza 2,5 a 3 na Escala de Mohs, ou seja, tem pouca resistência ao risco?
  • ao ser fundido com outros metais pode ter sua cor alterada, resultando, por exemplo, nas joias de ouro branco (ouro puro + prata e cobre) ou de ouro rosa (ouro puro + muito cobre e pouca prata)?
  • em temperatura ambiente apresenta-se no estado sólido?

 

Leia também:

O grama e a grama

Ligas de ouro: mais cores para as joias

3 comentários

Comentar

Seu email não será publicado