Produtora de diamantes não para de encontrar pedras enormes na África

Por Bloomberg

Pouco depois de encontrar o quinto maior diamante da história, a mineradora Gem Diamonds descobriu outra pedra gigante no montanhoso reino de Lesoto, no sul da África. A Gem desenterrou um diamante de 149 quilates cor D tipo IIa em sua mina Letseng, informou a empresa em comunicado nesta segunda-feira. Os diamantes tipo IIa contêm muito poucos ou nenhum átomo de nitrogênio e são as pedras mais caras.

Este início de ano tem sido incrível para a Gem. A empresa anunciou na semana passada que encontrou uma pedra de 910 quilates, aproximadamente do tamanho de duas bolas de golfe. No início do mês, descobriu dois diamantes tipo IIa que pesavam 117 quilates e 110 quilates, respectivamente.

As quatro descobertas deste ano gerarão um grande impulso para a empresa, que registrou queda no valor para uma mínima recorde em dezembro após dificuldades para encontrar pedras grandes nos últimos anos e depois que precisou fechar uma nova mina em Botsuana.

A mina Letseng é famosa pelo tamanho e pela qualidade dos diamantes que produz e tem o maior preço médio de venda do mundo. A Gem vendeu uma pedra de 357 quilates por US$ 19,3 milhões em 2015 e em 2006 encontrou a Lesotho Promise, de 603 quilates.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado