Relógio de rei Farouk será leiloado pela Christie´s

Por Débora Rodrigues

 A peça atingiu US $ 912.500, um recorde para um relógio leiloado no Oriente Médio

 

A Christie’s vendeu em leilão, a um comprador não identificado, um valioso relógio de ouro Patek Philippe de 18 quilates que pertencia ao rei Farouk, o penúltimo rei do Egito e do Sudão. A peça atingiu US $ 912.500 – uma quantia recorde para um relógio leiloado no Oriente Médio.

Farouk, que morreu em 1965, reinou por 16 anos e foi um notável colecionador de relógios. Ele personalizou este, um dos únicos 281 relógios Patek Philippe, o Reference 1518, com um “F” e uma coroa real do Egito gravados na parte de trás do case.

O Reference 1518 foi o primeiro relógio de pulso cronógrafo perpétuo produzido em série por uma empresa de relógios. A estimativa é que essa versão do rei chegasse entre US $ 400 mil e US $ 800 mil, valor que foi superado. Ele foi produzido em 1944 e posterior venda em 7 de novembro de 1945. Embora o preço que o rei pagou pelo relógio não tenha sido divulgado, ele era conhecido por seu gosto caro.

Farouk era um rei que desfrutava de um estilo de vida real extremamente glamouroso e frequentemente viajava para a Europa em busca de novas peças. Apesar de ter apenas 16 anos quando se tornou rei, ele logo herdou terras, aviões, iates e carros de luxo. E sua coleção de itens luxuosos também incluía moedas e relógios.

O interesse de colecionadores por relógios antigos aumentou nos últimos anos, de acordo com a Christie’s. No início deste mês, a casa de leilões anunciou que as vendas globais totais aumentaram 26% em 2017, para 5,1 bilhões de libras.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado