Tiffany lança linha que exalta o luxo sem formalidade

A coleção é a primeira assinada pelo diretor Reed Krakoff

Por Gabriel Moura

Reed Krakoff, diretor criativo da Tiffany & Co., lançou sua primeira coleção para a joalheria – uma linha chamada de Paper Flowers desenvolvida com platina, diamantes e tanzanita, inspirada no corte e na beleza das flores. Os valores desta nova coleção variam de 2,5 a 790 mil dólares – o que equivale de R$ 8.725 a R$ 2,7 milhões, valor estimado de um colar com mais de 60 quilates de diamantes.

Apesar dos valores, a coleção Paper Flowers é sobre nos despirmos de todas as regras ligadas a alta joalheria, segundo o diretor da empresa. “O luxo não deve sempre significar formalidade, então aproveitamos pedras preciosas e os materiais mais finos, mas de uma forma que podem ser usadas no dia a dia”, afirmou Krakoff. “A coleção reflete um equilíbrio entre a feminilidade refinada e modernidade industrial”.

A coleção Tiffany Paper Flowers fez sua estreia com vendas online e em lojas selecionadas da Tiffany. “É sobre a ideia de uma flor cortada, feita de papel”, explicou um comunicado da empresa. “Estas são flores que mexem com a imaginação; é como se uma flor tivesse sido espalhada pelo vento.” O coração da coleção é a flor que apresenta pétalas em várias camadas ancoradas por um pino de platina. Todas as peças são envoltas em diamantes incolores, mas há alguns detalhes em azul e amarelo, tanzanitas e safiras.

São pingentes, brincos, pulseiras e anéis. As peças mais simples incluem colares de pingente com flores de platina cravejadas de diamantes e brincos florais de diamante. Já as mais luxuosas incluem brincos com o motivo de flores no topo de uma cascata de diamantes de vários quilates e um colar de diamantes com mais de 68 quilates. Nele, cada pétala assimétrica está graciosamente conectada a outra.

Tiffany T e Tiffany HardWear até então eram as mais recentes coleções da marca e ecoavam a vibração casual-luxo dos lendários designers da Tiffany & Co., Elsa Peretti e Paloma Picasso. Mas a Tiffany Paper Flowers recorda o luxo  grandioso do estilista mais reverenciado da casa, Jean Schlumberger, cujas peças extremamente criativas posicionaram a Tiffany no topo da cadeia alimentar de joias finas nos anos 50 e 60.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado