Tiffany e Cartier são as joalherias que mais se destacam na Internet

Por Débora Rodrigues

As grifes foram as únicas que conquistaram a categoria “genius”

A internet tem modificado o modo como as joalherias mais tradicionais do mundo têm abordado o novo cliente, apontou o índice de IQ Digital da L2: Relógios e Joias. De acordo com a pesquisa realizada com a participação de 70 marcas de relógios e joias de luxo, a Tiffany & Co. e a Cartier dominaram o mundo digital entre os varejistas de luxo da categoria “genius”. Elas foram as únicas marcas a receber essa designação.

A Tiffany, que ficou com o primeiro lugar, foi citada por seu excelente desempenho no Instagram, por ser a melhores páginas de produtos da classe A em seu site e fortes recursos de omnichannel no celular. Também se destacou pelos anúncios de em TV e em revistas de moda. Já a Cartier ganhou elogios por seu conteúdo em vídeo, que acumulou 121 milhões de visualizações no You Tube, propriedade excessiva de resultados de pesquisas e site móvel que inclui recursos de atendimento ao cliente bem integrados.

Completando o top dez estavam ainda marcas como Swarovski, Alex e Ani, David Yurman, Pandora, Bulgari, Tag Heuer, Longines e Montblanc.

A pesquisa também concluiu que muitas marcas de relógios ainda são fracas quando o cliente faz buscas na internet. E descobriu que 64% dos resultados de pesquisa do Google feitos para a marca Rolex levam a sites de revenda e 42% da buspa pela Omega apontam para vendedores do mercado cinza.

Outro dado é que 62% das marcas pesquisadas agora oferecem suporte ao comércio eletrônico direto ao consumidor, comparado com 53% registrados em 2017, segundo o relatório. No entanto, as marcas acessíveis ainda são mais propensas a vender online do que as marcas de luxo.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado