Vendas do Dia das Mães devem crescer até 5%

Por Gabriel Moura

Empresários do setor joalheiro também estão otimistas

O Dia das Mães vem ai e os varejistas já estão atentos às oportunidades de negócio que a data, considerada a melhor do ano para o comércio, deve proporcionar. Segundo a Associação Comercial de São Paulo (ACSP), as vendas do varejo devem crescer entre 3% e 5% na cidade de São Paulo, principal mercado do País, comparado ao mesmo período do ano passado.

Em 2017, a data foi marcada por uma leve alta, de apenas 1,3% frente a 2016. Ainda que baixo, o índice é visto com otimismo pelos empresários, especialmente levando-se em conta a atual conjuntura econômica e política do país.

Nesse ano, o destaque das vendas do Dia das Mães deverá ser a TV. A indústria brasileira produziu 41,1% a mais de itens da chamada linha marrom (formada principalmente por TVs) em fevereiro, em relação a igual mês do ano passado. E o comércio vai usar o mote da Copa do Mundo para vender mais, aproveitando esta que é a segunda melhor data comemorativa para o varejo (só perde para o Natal), segundo avalia Alencar Burti, presidente da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp).

O presidente afirmou que as vendas deverão ser impulsionadas pelo aumento da massa salarial, pela redução dos juros e pela elevação dos prazos. Em relação ao setor joalheiro, grande parte dos empresários mantem os pés no chão, mas revela otimismo. As apostas do setor são de que a data deverá puxar alta nas vendas de joias entre 5% a 20%.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado