A Idade do Sentimento em 2019 e 2020

Relatório aponta que a emoção domina a conversa nas indústtias da moda, beleza, luxo e esporte

Por Erica Mendes

A consultoria londrina Geraldine Wharry, cujo nome é homônino de sua fundadora, publicou recentemente o relatório ‘A idade do Sentimento’ (The Age of Sentiment) que mescla tendências e insights visuais e comportamentais que impactarão os negócios da moda em 2019 e 2020.

O conteúdo ressalta que as emoções estão em alta em um mundo onde as noções de idade, gênero, privacidade, realidade e moeda estão sendo redefinidas em meio à polarização sociopolítica: ‘é a emoção que domina a conversa em todos os setores’, principalmente nas indústrias ligado ao estilo, como moda, beleza, luxo e esporte.

Esse cenário abre espaço para as empresas redefinirem sua criatividade e personalidade e para os consumidores repensarem sua individualidade e valores. Mas para as marcas conseguirem ‘surfar’ nessa evolução elas precisam entender como essa nova história está sendo escrita e compartilhada.

A autoexpressão, o ativismo e o negócio moral são alguns dos driversque impulsionam essas novas mudanças de paradigma, ilustrando o instinto natural do ser humano de buscar o significado como espécie.

Além disto, a publicação aponta a transparência como uma prioridade para as comunidades locais e globais e enfatiza que, nessa era das grandes violações de dados e perigosas mudanças climáticas, a empatia em relação aos outros e ao planeta nunca teve tanta voz.

Highlightsdas previsões

Dividido em três ‘capítulos-chaves, o relatório destaca as seguintes temáticas:

Open Charisma: discute o imperativo da inclusão social. ‘A nova experiência centrada no cliente é focada na autoexpressão e obscurece as linhas entre alta e baixa cultura.

Choice Society: à medida que criamos uma versão melhor nós mesmos e do “ME”, nos concentramos mais no “WE”. Marcas que têm uma voz clara reúnem os consumidores para além das tribos econômicas ou de estilo, ecoando as necessidades de uma população em ascensão com motivações políticas e éticas.

Rise of Empaths: chama a atenção para o negócio moral e sustentável. Essa mudança envolve mudanças logísticas e estruturais em direção a um sistema altamente colaborativo e transparente. A questão-chave para as marcas é “se falharmos em agir moralmente, quanto perderemos?”.

Serviço

Preço: 95.00

Site: https://www.geraldinewharry.com/publications-and-collections/2019-future-insights-the-age-of-sentiment 

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado