Encontrado o segundo maior diamante do mundo

Apesar de ter 1.758ct, a gema não deve superar o seu antecessor em valor

Por Erica Mendes

(Divulgação Lucara Diamond Company)

A companhia canadense Lucara anunciou a descoberta de um diamante de 1.758 ct na sua famosa mina Karowe, em Botsuana. Seu peso o configura como o segundo maior diamante bruto do mundo, desbancando o ‘Lesedi La Rona’, de 1.109 ct, achado na mesma mina em 2015 que, até então, ocupava essa posição.

Apesar de ter 352 gramas e medir 83 mm x 62 mmx 46mm, sua qualidade dá indícios de que ele não deve alcançar um preço recorde e nem ultrapassar seu antecessor, vendido por U$ 53 milhões. No entanto, isso não significa que o achado não renderá diamantes lapidados incrivelmente valiosos. Cabe lembrar que o Lesedi La Rona rendeu 67 diamantes menores de alto valor.

Eira Thomas, CEO da Lucara, garantiu que uma avaliação completa das características da gema será feita para fornecer mais informações. A olho nu, é possível ver a transição brusca de cores, de cinza escuro (quase preto) para branco na parte inferior esquerda do diamante bruto.

(Divulgação Lucara Diamond Company)

Além de ser o segundo maior diamante descoberto até hoje, ele é também é o primeiro da lista da mina Karowe e também de Botsuana. Em peso, ele é superado apenas pelo famoso diamante ‘Cullinan’, de 3.106 ct, atualmente, o maior diamante do mundo.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado