Ametista de 31 toneladas será destaque em exposição em Gramado

Considerada a maior ametista do mundo, a pedra viajou de Soledade à Gramado, onde poderá ser apreciada pelos turistas

Gabriel Moura

Gramado terá mais uma atração para os turistas nesse final de ano. A cidade recebeu a maior ametista do mundo, uma pedra de 31 toneladas, seis metros de altura e quatro de largura. A pedra viajou 275 quilômetros, de Soledade para a cidade da serra gaúcha, para compor o acervo do museu de pedras preciosas, chamado A Mina.

A gema foi extraída no Uruguai e reservada para compor o acervo de um Museu da Alemanha. A venda não se efetivou e a ametista acabou sendo comprada pelo empresário brasileiro Gilberto Bortoluzzi. Há 40 anos, ele trabalha no setor de pedras preciosas, seguindo os passos do pai. Junto com os irmãos, o empresário é dono do museu que vai receber a ametista em Gramado.  

Na cidade, a ametista ficará exposta na entrada do museu. O local é um dos pontos turísticos mais procurados da Serra Gaúcha. O passeio reproduz uma das minas da cidade de Ametista do Sul (450 km de Gramado), conhecida como a capital mundial da ametista. São 80 metros em galerias subterrâneas com dezenas de pedras preciosas em estado bruto cravejadas nas rochas.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado