Brazil Minerals se alia à Noble Capital Markets para traçar estratégias de investimentos

O foco é melhorar significativamente o balanço patrimonial da companhia brasileira

A Brazil Minerals contratou a Noble Capital Markets, Inc., um banco de investimentos com escritórios em Nova York, Boston, St. Louis e Boca Raton, para fornecer serviços de consultoria. A proposta dessa união é a busca de estratégias para alcançar investidores, a fim de ajudar a companhia a eliminar sua dívida conversível de taxa variável e fornecer acesso a capital de crescimento.

Marc Fogassa, diretor executivo da Brazil Minerals, comentou: “Estamos muito satisfeitos por ter uma parceria com a Noble, um banco de investimento bem estabelecido. Nosso foco é melhorar significativamente o balanço patrimonial da Brazil Minerals em benefício da companhia e de nossos acionistas”.

A Brazil Minerals, juntamente com suas subsidiárias, tem um modelo de negócios focado em mineração de áreas específicas para ouro e diamantes e geração de projetos de seu portfólio de direitos minerais de alta qualidade para transações que geram royalties e/ou posse de participações em empresas independentes específicas de minerais. Já a Noble é uma empresa de investimento voltada para pesquisa focada no apoio de empresas emergentes em crescimento.  

Nos últimos meses, a Brazil Minerals avançou nas exigências de licenciamento de mineração para seu novo projeto de ouro e diamantes no norte do estado de Minas Gerais. A Companhia anunciou que 35 dos 35 furos em uma campanha de perfuração realizada na área foram visualmente positivos para o ouro. Outro anúncio foi a descoberta de tal propriedade de uma banda geológica com alta probabilidade de diamantes extraíveis.

Desde que apresentou estas notícias, a companhia contrata consultores visando o licenciamento de novos projetos de mineração com órgãos reguladores. A Companhia acredita que esta área citada, por exemplo, poderia gerar receita já no segundo trimestre de 2019.

Sobre a eleição do presidente brasileiro Jair Bolsonaro, que assumirá em 1º de janeiro de 2019, Marc Fogassa, opinou: “Na minha opinião pessoal, a eleição de Bolsonaro é melhor para o Brasil porque permitirá que o empreendedorismo e a livre iniciativa floresçam. Acredito que esse novo curso tornará o Brasil um destino ainda mais atraente para investimentos daqui para frente”.

Oferecimento

Logomarca - Abramp – Associação Brasileira dos Metais Preciosos

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado