Celebridade arremata brinco Chopard durante baile beneficente de Rihanna

A popstar e fashionista realizou o baile de gala black-tie em Nova York, com renda voltada em prol da sua Fundação Clara Lionel

Por Débora Rodrigues

O baile anual Diamond Ball, promovido por Rihanna, desponta como uma das festas mais quentes e obrigatórias do mundo das celebridades e da joalheria, que brilha forte entre as estrelas. E além dos holofotes o evento arrecadou quase US $ 6 milhões para caridade. Na festa, Rihanna confirmou não apenas seu lado solidário como reforçou a parceria que tem com a joalheria Chopard.

A popstar e fashionista realizou o baile de gala black-tie em Nova York, com renda voltada em prol da sua Fundação Clara Lionel. Pelo palco passaram o cantor Childish Gambino, que fez um pocket show, e a atriz Tiffany Haddish. Aliás, foi ela quem levou para casa um par de brincos da marca suíça Chopard que estavam sendo leiloados. A recente vencedora do Emmy disse durante a disputa acirrada com outro interessado pela joia: “Deixe-me ter algo neste mundo” e fez a oferta final pelos brincos, avaliados em US $ 112 mil.

A anfitriã da noite também não decepcionou no brilho e glamour. Chamou a atenção de todos com seu look total White, um vestido de laço branco gigante, do estilista Alexis Mabille, com sapatos Jimmy Choo. E completou com brincos, pulseiras e anéis poderosos e repletos de diamantes da Chopard. Ela é uma das inspirações da marca e tem até mesmo uma coleção própria chamada Rihanna Loves Chopard.

O baile de gala promovido pela cantora aconteceu no restaurante Cipriani Wall Street e contou com uma invasão de celebridades, inclusive de musas brasileiras. Fiorella Mattheis e Lalá Rudge marcaram presença. Mas quem chamou a atenção mesmo foi Bruna Marquezine, que apareceu linda e loira. Para a festa, ela escolheu um vestido longo da Le Lis Blanc e joias Bvlgari.

Trevor Noah, Odell Beckham Jr., Brian Tyree Henry, Paris Hilton, Normani, Meek Mill e A $ AP Rocky estavam entre os rostos famosos que participaram do evento para a organização de Rihanna, que promove educação e artes globalmente e auxilia programas voltados a atender casos de emergências. A Fundação Clara Lionel já apoiou afetados pelos furacões Harvey e Maria, por exemplo.

A cantora de 30 anos começou a fundação em 2012 em homenagem a seus avós, Clara e Lionel Braithwaite. “Eu queria apoiar muitas causas e não conseguia escolher uma. Todo mundo precisa de ajuda, que seja com material escolar ou algo mais significante. Por isso criei a minha”, explicou a cantora durante entrevista. “Nós sempre estendemos a mão e apoiamos qualquer causa para que tenha um alcance cada vez maior a quem necessita”.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado