12 hábitos para progredir nos negócios em 2019

Conheça as principais prática adotadas por empreendedores bem-sucedidos que você pode pode utilizar em seu dia a dia

Débora Rodrigues

Vários livros e treinamentos trazem conselhos para lidar com a carreira e os negócios. Em suma, mostram o que as pessoas altamente eficazes fazem para ter sucesso. Há conselhos que parecem relativamente simples. Embora a maioria das pessoas provavelmente já conheçam esses hábitos, muitas ainda não as colocaram em prática.

Com isto em mente, aqui estão alguns hábitos que se forem seguidos, ajudarão você a melhorar em sua carreira e nos negócios:

1 – Conheça sua missão de carreira e busque-a com vigor. Sua missão de carreira é representada por sua descrição de trabalho. Os profissionais mais felizes são aqueles que entendem e sabem o que é necessário para fazer um bom trabalho. Isso vem de uma combinação de competência técnica e de saber exatamente o que a gerência ou os clientes esperam deles. Como especialistas em qualidade diriam, eles fazem o trabalho corretamente na primeira vez.

2 – Como empreiteiro de sua própria carreira, seu foco deve ser fazer um excelente trabalho, aprender o máximo possível de cada posição e estar pronto para novos desafios em seu mercado de trabalho, caso surja a necessidade.  

3 – Um hábito das pessoas bem-sucedidas é que elas acordam horas antes do horário que seu dia de trabalho começa. Com isso, podem exercitar-se, ler algo que traga ideias para seus negócios, adiantar tarefas. Com 1 ou 2 horas a mais durante o dia você poderá fazer muitas coisas novas.

4 – Se uma situação se parece ou não, não deixe a lógica anular a intuição. Alguma vez você já teve um negócio que sua intuição o advertiu contra, apenas para descobrir depois que estava correto?

5 – Não tenha medo do fracasso. É difícil quando falhamos e você provavelmente sente que quer apenas se esconder e lamber suas feridas. No entanto, é melhor ter tempo para descobrir exatamente por que você falhou. Dessa forma, da próxima vez que você tentar, será mais sensato com a experiência e terá mais chances de sucesso.

6 – Steve Jobs sabe o que o público quer e disponibiliza para eles antes mesmo que eles saibam que eles querem.  Pense nisso e se antecipe, mostre novidades e tendências que não estão claras, mas que podem se tornar uma oportunidade.

7 – A lógica tem o seu lugar no processo de tomada de decisão, mas o pensamento de todo o cérebro lhe dará uma perspectiva equilibrada sobre o avanço da sua carreira que a análise pura não pode.

8 – Uma rede profissional bem desenvolvida pode ser uma fonte de amizades, mentores e referências para tudo, de pediatras a encanadores. Sua rede também pode fornecer informações objetivas para avaliar oportunidades e problemas. Organizações comerciais, igrejas, associações de ex-alunos, amigos de amigos e aulas de educação continuada oferecem excelentes fontes para cultivar relacionamentos com colegas que podem ajudar a melhorar sua carreira, sua empresa e sua vida. Lembre-se: a segurança no emprego vem e vai, mas uma rede sólida de contatos valiosos é valiosa, não importando as circunstâncias.

9 – Se você se encontrar sofrendo de uma crise de confiança, lembre-se de que o comportamento positivo pode facilmente superar a negatividade e tirar você de sua rotina. E seu comportamento é o que os outros vêem, não o que você está sentindo por dentro. Medo e estresse podem ser seus aliados se você canalizá-los de forma eficaz.

10 – Somente segmente metas que você realmente deseja alcançar. Quando você começa a estabelecer metas para ajudar a melhorar sua carreira, tente testar sua viabilidade usando o método a seguir: cada meta deve ser razoável, compreensível, mensurável, comportamental e acordada. Encontrar apenas as primeiras quatro condições não é suficiente. Você e todos os envolvidos com seu objetivo devem concordar genuinamente que é uma ótima ideia, ou a falta de entusiasmo fará com que ela morra mais cedo ou mais tarde.

11 – Preencha sua vida com uma combinação de trabalho, educação e diversão. De acordo com o livro de Richard Bolles, Three Boxes of Life, os americanos tendem a dividir suas vidas em três períodos de tempo, cada um com um propósito singular. Desde o nascimento até cerca de 21 anos, estamos em nossa fase de aprendizado. Nossa missão é absorver informações e conselhos de nossos pais e dos mais idosos. De 21 a 65 anos, estamos em nossa fase de trabalho, onde devemos nos concentrar na produção de produtos e serviços que valham a pena. Então, aos 65 anos, nos aposentamos e nos movemos para a nossa fase de diversão.

12 – Infelizmente, as pessoas que compram esse padrão de vida levam uma existência bastante velha e muitas vezes morrem cedo porque se sentem inúteis sem o emprego. Eles esqueceram como aprender e se divertir. Para eles, a vida sem trabalho não tem sentido. Muitos Baby Boomers estão enfrentando esse dilema enquanto lutam para decidir se querem ou podem deixar de trabalhar. Aqueles que dominaram a arte de combinar educação, carreira e lazer ao longo de suas vidas seguem o sábio conselho de Robin Williams em The Dead Poets Society: Carpe Diem! Eles aproveitam cada dia e fazem o seu próprio dia valer.

 

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado