3 coisas que você precisa saber sobre o Coral

A gema orgânica vem forte para a próxima temporada

Por Caroline Sanches

Por: Sergio Rossi Heras (CTA Authors)

Ele tem uma cor linda e sempre deixa as joias com um ar mais natural e encantador. O coral é uma as gemas orgânicas mais antigas usadas ​​pelos humanos como adorno. Suas cores vibrantes são exploradas na joalheria desde a antiguidade.

Os corais são minúsculos pólipos marinhos – organismos sem espinha com um corpo mole e um esqueleto externo feito de carbonato de cálcio, de acordo com o GIA. Os animais pertencem a um grupo enorme e diverso, com mais de 9.000 espécies.

No entanto, menos de uma dezena de tipos de corais são considerados gemas e podem ser usados na joalheria. Geralmente são do tipo calcário e frequentemente precisam de tratamentos como branqueamento ou tingimento para serem usados ​​como gemas.

O coral mais apreciado é o coral nobre vermelho (corallium rubrum). Sua cor é homogênea, variando de um rosa pálido (conhecido como pele de anjo), a um tom vermelho sangue, conhecido como “sangue-de-boi”.

No Mar Mediterrâneo encontram-se os corais de melhor qualidade, com a cor muito uniforme. Há formações no Japão e na costa africana. Corais rosa de ótima qualidade são encontrados na China. Existem também corais brancos, negros, dourados, roxos, marrons, laranja e azulados.

Atualmente essas gemas são retiradas de forma legal e responsável, não destruindo o meio ambiente.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado