3 curiosidades que talvez você ainda não saiba sobre os diamantes

Teste seus conhecimentos sobre a gema mais desejada do planeta

Por Cláudia Santana

Quem é do ramo joalheiro deve ter muitas informações sobre o diamante. Ainda assim poderá se surpreender com alguns fatos que envolvem a gema mais desejada do planeta. Confira aqui como andam os seus conhecimentos.

1. Os diamantes se formam mais profundamente na terra do que outros minerais.

A maioria dos minerais, incluindo o trio mais nobre da joalheria, (rubi, safira e esmeralda) se forma na crosta terrestre. O diamante não. A gema tem formação na crosta, a profundidades de 150 a 200 quilômetros do chão que pisamos hoje. Há também exemplares que se formam além dessa profundeza, na fronteira entre o manto da Terra e seu núcleo externo. Estes são conhecidos como diamantes super-profundos, segundo o GIA (Gemological Institute of America).

Como eles chegaram a superfície? Através de erupções vulcânicas que vêm abaixo de 200 quilômetros da terra. Esses minerais carregam informações valiosas em suas inclusões, que geralmente incluem cianita, granada e olivina.

São valiosos não só para a joalheria, mas para a ciência. Através das inclusões dos diamantes, os pesquisadores podem entender a distribuição dos elementos nas camadas da Terra, como por exemplo, quando as movimentações das placas tectônicas começaram.

2. Os diamantes encontrados abaixo de 200 quilômetros tem qualidade e tamanho impressionantes.

Até quatro anos atrás, acreditava-se que os diamantes encontrados abaixo de 200 quilômetros da superfície da terra fossem pequenos e sem qualidade. De lá para cá, os pesquisadores descobriram que por lá existem muitos diamantes grandes, de mais de 400 quilates, e de alta qualidade, inclusive tipo IIa (pedras com cor e nitidez superiores) e diamantes tipo IIb, cinza ou azul por causa da presença de boro – são realmente pedras super profundas. Um bom exemplo é o diamante bruto de 404 quilates, o maior já encontrado na Angola, em 2016.

3. O Canadá concentra os diamantes mais antigos do mundo.

Já parou para pensar em quão antigos são os diamantes? A Terra tem 4,5 bilhões de anos, enquanto as rochas mais antigas do planeta, encontradas no norte do Quebec, têm 4,3 bilhões de anos. Os diamantes mais antigos têm 3,5 bilhões de anos e, como as rochas mais antigas da Terra, vêm do Canadá.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado