A História e o sonho da Bvlgari em exibição

Exposição épica da grife é apresentada em dois museus em Roma

Gabriel Moura

Os amantes da joalheria já podem preparar as malas em direção a Roma. Quem pode aproveitar essas férias na Itália não deve deixar de conferir a exposição “Bvlgari – The Story, The Dream”, que estará aberta até o dia 3 de novembro, em Roma, no Castelo Sant’Angelo e no Palazzo Venezia. Em exposição estão mais de 170 joias do acervo histórico da Bvlgari e de coleções particulares que traçam a evolução da empresa. A mostra revela em detalhes preciosos como um pequeno negócio familiar se transformou em uma marca global de luxo.

O da exibição enfatiza como a própria Itália inspirou Bvlgari e, por sua vez, como o joalheiro espalhou a mensagem do design italiano em todo o mundo. Ficam latente na reunião de todos esses objetos os ingredientes de sucesso da grife: uma combinação única de originalidade, manufatura extraordinária e ricas tradições.

Segundo especialistas, essa é uma oportunidade de redescobrir a história da empresa sob uma ótica diferente, como um caminho visionário que parte de Roma para depois se para o mundo. A saga da marca, seu forte vínculo com Roma, propiciaram relações férteis tecidas ao longo dos anos unindo arte, cultura, poder e glória.

As peças abrangem toda a história da empresa, mas enfatizam o período mais glorioso das décadas de 1950 a 1990, quando os designs inovadores da Bvlgari eram um fenômeno internacional. Os pilares da apresentação mostram o heroico senso de escala de Bvlgari e a ousada mistura de pedras coloridas preciosas e semipreciosas. Há também suas coleções icônicas de pulseiras de relógio Serpenti e joias de moedas Monete. Para completar, a mostra apresenta fotografias dos arquivos da marca filmagens que dão o contexto histórico de cada época retratada e 80 vestidos de alta costura da coleção particular de Cecilia Matteucci Lavarini. Imperdível!

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado