A incrível história do colar de Viola Davis

Viola usou o colar da marca House of Yamama na estreia do filme “As viúvas”

Por Clara Lemos

Viola Davis usando o colar da House of Yamama/  Foto: Getty

O colar que a atriz americana Viola Davis usou no red carpet da estreia do filme “As viúvas” no Festival Internacional de Cinema de Toronto em 2018 era atraente e totalmente original. Com cores fortes inspirado na bandeira da Jamaica, o colar é uma joia da House of Yamama. A marca da empresária Ntando Kunene tem uma história tão linda e significativa quanto suas peças. Com 7 anos de existência, as jóias da House of Yamama são inteiramente feitas por mulheres Zulu da África do Sul.

Ntando Kunene, nome por trás da marca, é sul africana, Zulu de Nascimento e fez faculdade na Universidade da Califórnia, em Los Angeles. Quando se formou, voltou para casa por um tempo e neste período a ideia de criar a marca surgiu. Ela acredita que as histórias africanas precisam ser contadas de várias maneiras, o jeito que encontrou foi através da produção de joias. Ntando Kunene conta que na cultura Zulu as joias costumavam comunicar mensagens diferentes, como o estado civil de uma mulher ou se ela estava de luto.

A empresária tinha o objetivo de capacitar e empregar as conterrâneas de sua cidade natal, Durban. Ela cria grupos onde treina as mulheres e o dinheiro que ganham com a venda das jóias ajuda a comunidade. As peças da House of Yamama são inspiradas nos Zulu e fazem usos de cores e estampas inspiradas em sua cultura. O colar de Viola Davis é da coleção Rasta, a padronagem são formas contemporâneas criadas pela marca. Para ampliar o público de suas peças, Kunene voltou para Los Angeles.

Ao ser questionada sobre a origem do nome Yamama, Ntando Kunene revela que: “era o nome da minha bisavó. Eu sou uma pessoa muito espiritual e houve uma mulher na minha vida que considero minha avó espiritual. Ela nunca conheceu minha bisavó, mas teve um sonho com ela. No sonho, ela disse a ela o que eu preciso fazer. Era pegar os produtos Zulu e trazê-los às pessoas. Então, é isso que estou fazendo.”

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado