Alrosa encontra seu maior diamante em 2,5 anos

Gema bruta pesa mais de 200 quilates

por Gabriel Moura

 

Considerada como a maior produtora mundial de diamantes, a Alrosa descobriu uma gema bruta que pesa cerca de 200 quilates. O diamante foi encontrado em escavações feitas em Udachnaya e essa pedra é agora seu maior achado: o diamante é o maior que a mineradora russa recuperou em dois anos e meio.

 

A pedra pesa 191,46 quilates e é branca, com uma ligeira coloração amarelada. Foi encontrada no início deste mês na usina de processamento na divisão de mineração e processamento de Udachny, disse a Alrosa.

 

“Descobertas tão grandes, preciosas e pesando mais de cem quilates confirmam que existem muitos minerais preciosos exclusivos nas reservas de kimberlito Udachnaya”, disse o diretor da Organização de Vendas da União Européia, Evgeny Agureev.

 

Desde o início do desenvolvimento em 1967, a mina de Udachnaya produziu centenas de grandes diamantes. O tubo foi descoberto em 1955 e está entre os maiores depósitos primários de diamantes, tanto em Yakutia quanto no exterior.

 

A boa notícia suge logo após os resultados de produção e vendas de diamantes da mineradora em 2018 e no quarto trimestre do ano. Os números mostraram que a Alrosa produziu 36,7 milhões de quilates, 7% menos que em 2017, devido ao fechamento da mina subterrânea Mir e à conclusão da mineração a céu aberto no tubo Udachnaya.

 

A Alrosa vendeu 38,1 milhões de quilates durante o ano passado – uma queda de 8% ano a ano. As receitas de vendas em 2018 caíram 6% para US $ 4,5 bilhões. Os estoques de diamantes no final de 2018 caíram 6% no comparativo ano a ano para 17 milhões de quilates.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado