Agência internacional indica que a demanda mundial por joias de ouro crescerá em 2019

Expectativa é de recuperação do mercado até 2020

Débora Rodrigues

Agência Internacional ICRA tem uma perspectiva estável no setor de varejo de joias de ouro para esse ano e avalia que ela deve se recuperar até 2020. Até aqui, as vendas de joias durante o período festivo do último ano, entre agosto a novembro, foram relativamente lentas devido a vários fatores, como os elevados preços do ouro, por exemplo.

Outros fatores que impactam a demanda incluem um número menor de dias úteis, empréstimos cautelosos por parte dos bancos ao setor de gemas e joias, reduzindo assim os planos de expansão de lojistas.

Um dos principais mercados de ouro mundial é a Índia. Ali, onde aproximadamente 65% da população vive em áreas rurais, a produção agrícola favorável nos últimos dois anos fez com que a demanda por joias aumentasse. No país, a volta de boas monções tem sido um gatilho positivo para a demanda entre os moradores da área rural, onde a joalheria é um sinal tradicional de riqueza. Por outro lado, a demanda urbana ganhou força com o aumento da renda per capita e do dividendo demográfico.

Fatores como o preço do ouro, a inflação, a prioridade das necessidades também são determinantes para influenciar na compra de joias. Sendo um mercado sensível ao preço, os preços mais altos do ouro resultam no adiamento de compras pelos consumidores. Os preços do ouro aumentaram mais de 6% no último ano, com consequente impacto no consumo. Além disso, o financiamento para o setor de gemas e joias tem sido mais rigoroso no último ano. O crédito ao setor continua cauteloso, com maior diligência e verificação da qualidade do crédito e do estoque. isso afetou os planos de expansão das lojas e a posição de capital de giro dos players da indústria.

Embora a demanda geral tenha sido moderada em 2018, o desempenho dos participantes organizados avaliados pelo ICRA tem sido relativamente melhor. Além disso, as garantias de qualidade, pureza e disponibilidade de uma gama de design mais ampla e a crescente preferência por joias de moda sustentaram ainda mais o comércio organizado. No futuro, a ICRA espera que estas medidas reguladoras continuem a acelerar a formalização do setor e, por conseguinte, espera-se que as quotas de mercado dos participantes organizados aumentem.

No médio e em longo prazo, o crescimento da demanda de joias de ouro é projetado em 6 a 7% apoiado pelos fundamentos culturais, estilo de vida em evolução, renda disponível crescente, dividendos demográficos favoráveis ​​e a crescente penetração do setor organizado.

 

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado