Chanel 1.5: uma camélia e cinco maneiras de usá-la

A coleção retoma a ideia de Coco Chanel, que queria que as joias fossem fáceis de usar, confortáveis e versáteis

Débora Rodrigues

A coleção Chanel 1.5 de alta joalharia apresentada nos desfiles de janeiro de 2019 da Paris Haute Couture é uma coleção de 50 peças, todas focadas na adorada flor de camélia de Mademoiselle Gabrielle. A explicação da pura simetria de seu nome é: “uma camélia, cinco alusões”, que se refere ao fato de que muitas das joias podem ser usadas de cinco maneiras diferentes.

A camélia é um tema recorrente na constante recriação de elementos de Chanel, desde que sua criadora, Coco, diz ter preferido a simplicidade da camélia sobre outras flores por causa de seu desenho limpo. Ela era conhecida por usar uma camélia como um acessório brilhante contra seu pequeno vestido preto. O fato da flor ter sido o enfeite de lapela preferido dos cavalheiros à época pode ter atraído sua natureza subversiva.

A coleção retoma a ideia de que Gabrielle queria que as joias fossem fáceis de usar e confortáveis, conforme expresso nesta citação: “Minhas joias são flexíveis e destacáveis. Você pode desmontá-las e usá-las para combinar com um chapéu ou peles”, disse ela. A única coleção de jóias finas de Gabrielle, “Bijoux en Diamants”, foi apresentada em 1932, no auge da Grande Depressão. Um movimento ousado e uma chance para Gabrielle de trazer seu espírito rebelde para os itens mais luxuosos, como antes ela só tinha projetado em suas bijuterias.

A coleção trazia cometas de diamante, leões, sóis e estrelas que podiam ser usadas em diferentes partes do corpo. As peças não tinham fechos ou fixações. Desde aquela coleção Chanel abriu sua divisão de joias finas em 1993 e tem trazido as inspirações de Gabrielle de volta à vida. E como a versatilidade era uma das chaves das joias de Gabrielle, da nova coleção de 50 peças agora lançadas, 23 são transformáveis.

Ao remover o conjunto central de pétalas de diamante, o anel Rouge Tentation revela um anel de espinélio enquanto as pétalas de diamante podem ser adicionadas para fazer um pequeno broche de diamante Camélia significativamente maior. Onde a diversão realmente começa é com os colares. O colar Révèlation Diamant pode ser usado como uma gargantilha ou um sautoir. A camélia central de diamante pode ser destacada e usada como um broche ou no cabelo.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado