Como a origem do diamante se tornou importante para a indústria e para os consumidores

Pesquisa revela que consumidores querem saber de onde vêm as gemas

Débora Rodrigues

A Alrosa e a empresa GFK realizaram uma pesquisa entre 4 mil pessoas nos Estados Unidos e na China para entender se a origem dos diamantes usados nas joias é relevante.  Foram feitas perguntas diferentes e uma delas foi: “Ao comprar uma joia, você estaria interessado em saber a origem do diamante?” Acontece que 71% dos entrevistados na China e 63% dos entrevistados nos EUA disseram que sim, eles estão interessados ​​na origem das gemas.

Um dos tópicos mais importantes para o consumidor moderno diz respeito à responsabilidade social. Outros fatores considerados relevantes são: informações sobre a idade e a aparência de um diamante em bruto, quando e onde foi extraído, onde e como foi lapidado. É claro que a origem do diamante é muito importante para os consumidores de varejo. Não só garante confiança, mas também uma percepção emocional positiva de uma joia. A proveniência também é importante para os participantes do setor. Primeiro, ele assegura sua reputação, que é vital para o mercado, e segundo, oferece uma vantagem competitiva adicional e um fator diferenciador.

Apesar da pesquisa ser feita fora do Brasil, essa tendência diz respeito ao consumidor nacional. Por isso, muitas joalherias têm se preocupado em demonstrar que se preocupam com a sustentabilidade e a responsabilidade social antes de comercializar suas peças.

A própria Alrosa tem sua própria abordagem à proveniência do diamante. Ter suas próprias instalações de corte permite que a empresa venda diretamente para joalherias – ou mesmo diretamente para consumidores. Os processos internos fechados oferecem uma garantia de 100% da origem do diamante para quem compra diretamente o diamante.

Hoje, no mercado, há maneiras de fornecer informações sobre a origem do diamante: passaporte digital e materiais compartilháveis ​​personalizados. Preocupada em demonstrar transparência, a Alrosa expandiu o layout do certificado padrão de acordo com as necessidades de proveniência dos consumidores. Um passaporte digital contém todas as principais características do diamante, bem como seu histórico de mineração e polimento. Nele, é possível té ver o nome e a experiência do cortador de diamantes. E a empresa ainda criou um vídeo especial para instruir o consumidor sobre a proveniência do diamante.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado