Como estão as emoções na sua empresa?

É tempo de cuidar urgentemente da Saúde Emocional da sua equipe, incluindo você!

Por Aline Morandi

Foto: Pixabay

Saúde Emocional sempre foi um tema muito importante, mas nunca foi tão valorizado como hoje em dia, principalmente por conta da pandemia.

Por um lado profissionais no mundo inteiro estão cada vez mais ansiosos, estressados, inseguros e sem energia para desempenharem o seu trabalho, muitos acabam até sendo afastados, pois acabam chegando no limite e adoecem. 

Por outro, empresas perdidas e líderes pedindo apoio, sem saber como lidar com tudo isso, pois o momento pede cautela e um pouco de empatia. A maioria das empresas, e talvez seja o caso da sua, sempre investiu em capacitações técnicas e em treinamentos diversos, mas nenhum deles envolvia lidar com o emocional das pessoas.

Quem imaginaria que em pleno século 21 as pessoas precisariam aprender a falar mais sobre as suas vulnerabilidades, a aprender a ouvir, e a “dar mais as mãos umas as outras”?

Tenho sido procurada por diversas empresas que, justamente por nunca terem vivido isso antes, estão buscando ajuda, principalmente para capacitarem os seus profissionais a lidarem com isso.

Estes dias ouvi de uma gerente de RH, que tem profissionais ligando pra ela, porque estão sem conseguir dormir, com muitas crises de ansiedade, e com medo de perderem o emprego, porque não estão conseguindo se concentrar nem o mínimo necessário para executarem suas tarefas.

As pessoas estão vivendo um novo momento, e esta sensação de insegurança, de preocupação, esta inquietação e este sentimento de tristeza, acabam afastando ainda mais os profissionais, e mesmo aqueles que eram muito competentes e antes entregavam um trabalho de muita qualidade, passaram a apresentar falhas e baixo desempenho no seu dia a dia. Infelizmente muita gente perdeu o controle da situação.

Se este é o seu caso, ou se você gerencia pessoas que estão vivendo exatamente isso, está na hora de investir na saúde emocional da sua empresa, lembrando que isso inclui você.

Iniciativas, políticas, comunicação, treinamentos, enfim, tudo que possa fornecer apoio que promova a conscientização e o cuidado, pode ajudar as empresas e seus profissionais a terem um local de trabalho acessível e mais positivo, onde as pessoas trabalhem mais engajadas, com mais confiança, e mais capazes de encarar crises, lidar com os desafios e ainda estarem motivadas para se desenvolver em suas carreiras, e terem o sucesso que merecem e que almejam.

Muito além dos números, precisamos de pessoas inteiras, para serem profissionais inteiros. As empresas podem e devem contribuir com isso. Mudanças aconteceram e precisamos encará-las. Empresas que enxergaram isso, entenderam o processo, e já estão saindo na frente.

 

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado