Conselho Mundial do Ouro prevê uma nova onda de estímulo à venda de joias

Organização acredita que o preço mais baixo ouro levará ao aumento de peças de joalheria

Os preços menores do ouro devem resultar em uma demanda maior por jóias de ouro, bem como maiores investimentos no metal, conforme divulgou o World Gold Council (WGC) em sua mais recente atualização sobre investimento em ouro. De acordo com o órgão, os preços do ouro caíram em média 3% na primeira quinzena de agosto, acentuado pela redução que ficou abaixo de US $ 1.200 / quilate pela primeira vez desde o início de 2017.

Essa queda foi causada principalmente pelo fortalecimento do dólar norte-americano em relação às moedas de mercados desenvolvidos e emergentes, particularmente o enfraquecimento da moeda chinesa e pela lira turca. Isso pode, no entanto, ser um bom presságio para os compradores de ouro.

Segundo o WGC, consumidores e investidores de longo prazo podem dar suporte adicional para o ouro daqui para frente. O recente recuo do preço do ouro provavelmente acentuará a demanda do consumidor, já que, historicamente, os preços mais baixos aumentaram a compra de joias. Para os investidores, a faixa de preço atual do ouro pode oferecer uma oportunidade atraente.

O órgão também avalia que um período de risco geopolítico elevado com o potencial de impactar a economia global poderia, assim, ser favorável ao ouro, mesmo que o dólar se fortalecesse nos próximos períodos.

O ouro poderá ser negociado a um valor mais baixo se o dólar se recuperar, mas, frente ao posicionamento dos EUA e do aumento do interesse de compradores na China e na Índia, os riscos parecem inclinados a desaparecer e haver uma recuperação, continuou.

 

Oferecimento

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado