De Beers encerra divisão de reciclagem de diamantes

A decisão foi pautada em função do desenvolvimento de novas tecnologias na indústria e plataformas de venda

Por Gabriel Moura

A De Beers está encerrando as atividades de sua divisão de reciclagem de diamantes, já que os avanços digitais no setor diminuíram a necessidade de seus serviços. O Instituto Internacional de Avaliação de Diamantes (IIDV) foi criado em 2016 para recomprar e reciclar joias com diamantes que os consumidores não desejavam mais. A De Beers começou a operação depois de notar a dificuldade que os consumidores enfrentavam ao tentar vender suas joias por um preço justo. Essa foi uma estratégia da companhia para enfatizar o valor duradouro dos diamantes, segundo avaliou a empresa.

No entanto, desde o lançamento do IIDV, a tecnologia na indústria melhorou e as plataformas de venda on-line de consumidor para consumidor tornaram-se uma opção mais popular, explicou a empresa. “Depois de vários anos adquirindo experiência no setor de reciclagem de diamantes, tomamos a decisão de suspender as atividades do Instituto Internacional de Avaliação de Diamantes”, disse David Johnson, gerente sênior de comunicação comercial e de mídia da De Beers.

Embora o projeto não seja mais uma opção viável, ele forneceu à De Beers informações valiosas sobre o comportamento do consumidor e as necessidades de seus parceiros varejistas, explicou Johnson. “Sabemos que a aceitação do consumidor do mercado consumidor para consumidor está crescendo e provavelmente será o futuro deste setor, e, portanto, continuaremos a procurar oportunidades neste espaço”, acrescentou.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado