Diamante de 102 quilates “perfeito” pode entrar para a lista das joias mais caras do mundo

Raridade será vendida em um leilão em Hong Kong

Por Caroline Sanches

Crédito: Sotheby’s

A lista de joias mais caras do mundo pode ganhar uma peça nova. Trata-se de um diamante excepcionalmente raro, de 102,39 quilates, uma das pedras mais caras de todos os tempos.  A gema será vendida em um leilão em Hong Kong no próximo mês. Segundo especialistas, diamantes de tamanho e qualidade semelhantes atraíram lances entre US $ 12 milhões e mais de US $ 30 milhões.

A raridade teve origem em um diamante bruto de 271 quilates descoberto em 2018 em Ontário, Canadá, e foi classificada como “cor D”, a mais alta para um diamante incolor. É considerado externamente “perfeito”, o que o coloca entre os diamantes mais puros, transparentes e simétricos do mundo.

Para se ter ideia, até hoje apenas sete diamantes pesando mais de 100 quilates estão nessa categoria perfeitos (ou internamente perfeitos) de sete cores D, e já apareceram em leilão antes, de acordo com a Sotheby’s.

Entre eles, o mais caro foi um diamante retangular de 163,41 quilates, vendido por US $ 33,7 milhões na Christie’s em Genebra, enquanto o mais pago por uma variedade oval está em US $ 30,8 milhões em 2013 .

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado