Distanciamento social pode aproximar pessoas, empresas e causas

A pandemia acelerou a transformação digital. Porém, mesmo com tantas novidades, a crise evidenciou a força do relacionamento interpessoal e a falta que ele faz

Por Marcio Esher


Mundo afora, as empresas que atuam com eventos, marketing ao vivo e entretenimento foram as primeiras a serem impactadas pela pandemia e, provavelmente, devem estar entre as últimas a retomarem suas atividades da forma e no ritmo que era antes de a crise sanitária aparecer. Isso porque a maior parte das iniciativas desse segmento estava baseada na relação presencial dos organizadores e seus públicos.

Essa característica foi preponderante para que os investimentos na área fossem cortados, postergados ou realocados. Segundo a Associação de Marketing Promocional (AMPRO), 70% do mercado teve suas atividades canceladas. Isso reflete diretamente na economia, uma vez que, ainda de acordo com a entidade, a indústria de eventos emprega mais de 25 milhões de pessoas e movimenta, anualmente, cerca de R$ 936 bilhões, cifra que representa aproximadamente 13% do PIB do País.

Diante desse cenário, se reinventar deixou de ser uma opção, virou uma questão de sobrevivência. O brand experience, ou marketing de experiência, sempre foi sobre reunir pessoas, trazer seus públicos de interesse fisicamente para perto das marcas. A Covid-19 veio para mudar isso. Com o distanciamento social, foi preciso pensar em novas maneiras, formatos e estratégias para se comunicar com seus públicos de interesse.

Uma publicação da McKinsey & Company sugere que a adaptação da experiência do cliente em época de coronavírus pode ser feita seguindo quatro pilares principais. São eles: cuidar e se conectar a consumidores, colaboradores e comunidade; encontrar os clientes onde eles estão; reimaginar a experiência do cliente; e criar recursos para um ambiente de rápida mudança. Invariavelmente, a tecnologia será o principal elo em todo esse processo.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado