Iguatemi apresenta crescimento de 77,2% nas vendas no primeiro trimestre

Só o e-commerce Iguatemi 365 registrou aumento de 27% no tráfego, com expansão de vendas para cidades que não possuem presença de shoppings Iguatemi

Por Novello Daniella*

Shopping Iguatemi São Paulo. Foto: Divulgação

A Iguatemi S.A. anunciou que registrou um forte crescimento no primeiro trimestre de 2022, com vendas de R$ 3,3 bilhões, o que representa um aumento de 77,2% nas vendas em comparação com o mesmo trimestre do ano passado e 14,8% acima do 1T19, período anterior à pandemia.

A empresa, que tem participação em 14 shopping centers, dois premium outlets e três torres comerciais, além do e-commerce Iguatemi 365, se beneficiou da retomada do varejo e alcançou uma receita líquida de R$ 228,4 milhões no período, +34,3% em relação ao mesmo período de 2021.

Seguindo a base de comparação do período do primeiro trimestre de 2019, as vendas nas mesmas lojas e as vendas nas mesmas áreas cresceram, respectivamente, 14,6%, e 14,8%, com destaque para a evolução dos segmentos Moda, Calçados, Artigos de Couro, Artigos Diversos (+31,6% versus 1T19), Saúde & Beleza e Joalherias (20,5% versus 1T19).

Os aluguéis cresceram 34,8% no período versus o 1T19. O EBITDA ficou em R$ 147,8 milhões, (+19,7% ante 1T19), com margem EBITDA de 64,7%. O FFO totalizou R$ 22,3 milhões, 71% abaixo do 1T21 (-71,9% versus 1T19). Por sua vez, o prejuízo líquido também diminuiu, totalizando R$ 16,4 milhões, -141,1% em relação ao primeiro trimestre de 2021 e -134% em relação a 2019.

Além da maior flexibilização e retomada da agenda de eventos, com a contínua melhora da performance de vendas do nosso portfólio e retomada pujante das operações, seguimos com a retirada dos descontos concedidos lá atrás, impactando diretamente no crescimento do Aluguel mesmas lojas (SSR), que atingiu no trimestre a marca de 48,7% versus o 1T19. O mais interessante é que, somado a isso, vimos evolução em outras frentes do negócio também, inclusive em nossa taxa de ocupação, que subiu 0,7p.p em relação ao 4T21. Continuamos acreditando na forte retomada econômica e do varejo e estamos otimistas com os próximos meses”, declarou Guido Oliveira, CFO da Iguatemi S.A.

Quanto ao e-commerce Iguatemi 365, este registrou um aumento de 27% no tráfego em comparação com o primeiro trimestre de 2021, com expansão de vendas para cidades que não possuem presença de shoppings Iguatemi: o GMV dessas regiões representou 49% do total de GMV no 1T22, vs 38% no 1T21.

“Estamos comprometidos com a experiência phygital de nossos clientes. Neste primeiro trimestre, revitalizamos o layout do site, que trouxe uma melhora em nossa taxa de conversão, automatizamos o canal de contato pelo nosso site e reduzimos nosso prazo de entrega em 22% versus o prazo praticado no 1T21. Seguimos evoluindo e acreditamos que o lançamento do aplicativo no próximo trimestre irá reforçar ainda mais este braço da companhia”, complementou Oliveira.

*Novello Daniella para Fashion Network

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado