Joalheria cria máscara com 3.750 diamantes

O mimo de luxo foi comprado por um colecionador pelo equivalente a R$ 700 mil

Da Redação

Em tempos de Covid-19, as joalherias também se reinventam. Em vez de joias, uma empresa de São Petersburgo, na Rússia, criou uma máscara que é um verdadeiro mimo de luxo dos novos tempos. O “adorno” é na verdade um respirador feito com 3.750 diamantes e 450 gramas de ouro branco. O artigo de luxo foi comprado por um colecionador pelo equivalente a R$ 700 mil.

Feita de ouro 18 quilates e cravejada com diamantes pretos e brancos, a máscara é equipada com um filtro N99 para oferecer um alto nível de proteção contra Covid-19, segundo afirmação de Isaac Levy, proprietário da marca de joias Yvel.

“Não acho que o objeto será usado para ir ao supermercado, mas ele vai usar aqui e ali, tenho certeza”, afirmou Levy. Ele descreveu o cliente como um colecionador de arte chinês que mora nos Estados Unidos.

A máscara, na qual uma equipe de cerca de 25 artesãos trabalharam, é vista como uma obra de arte.

“Para muitas pessoas ao redor do mundo, pode ser a máscara mais cara do mundo e talvez seja uma coisa excêntrica. Para nós, é uma forma de proteger as posições das pessoas na fábrica para que possam sustentar suas famílias”.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado