Joia de prata salva vida de família inglesa

Estudante de química detectou que seu colar estava ficando escuro devido à exposição de gás tóxico

Por Erica Mendes

Foto: @Lucy Toman

Já parou para pensar que as joias que você usa no dia a dia podem salvar vidas? O caso aconteceu em Northamptonshire, na Inglaterra, quando a estudante de química Lucy Tomam, de 22 anos, salvou sua família de um envenenamento após perceber que sua joia de prata estava ficando escura.

De acordo com os pais da jovem, eles sentiram um cheiro forte dentro da casa, mas só descobriram que se tratava de um gás tóxico quando sua fila estranhou a alteração na coloração de seu colar.

De início, o casal acreditou se tratar de um problema com a tubulação do apartamento e contrataram um serviço de limpeza para ralos. Depois de dois dias que o cheiro ainda persistia, Lucy se lembrou de uma aula sobre sulfeto de hidrogênio, onde aprendeu que o gás tóxico é conhecido por cheiro forte e por promover a oxidação da prata, deixando-a escura, quase preta.

Só assim descobriram que o cheiro era gás tóxico e que estavam em perigo, correndo o risco de apresentarem falta de ar, colapso, paralisia respiratória, convulsões, coma, arritmias cardíacas e até falecerem.

Apesar de terem ficados expostos à substância altamente tóxica por 48 horas, a família não sofreu problemas de saúde, tendo apenas que passar a noite fora de casa, enquanto os profissionais eliminavam os vestígios do gás.

O desfecho desta história só não foi trágico, porque Lucy usa seu colar diariamente, ao invés de deixá-lo esquecido em um porta-joias.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado