Joias de ouro em alta

Consumidor de joias indiano é um dos responsáveis por aumento de demanda do ouro

Débora Rodrigues

A demanda global por joias de ouro subiu 1% no ano, passando para 530,3 toneladas no primeiro trimestre desse ano, impulsionada pela forte demanda do mercado indiano, segundo informou o Conselho Mundial do Ouro (WGC).

O mercado de joias de ouro no país cresceu 5% subindo para 125,4 toneladas nos três meses de 2019, com os preços locais do metal caindo drasticamente na primeira semana de março. Os consumidores aproveitaram os preços mais baixos para fazer compras e as joias relacionadas a casamentos foi uma das que mais tiveram crescimento nas vendas.

O aumento do consumo de ouro no mercado indiano superou a desaceleração de 2% sentida na demanda chinesa, que ficou em 184,1 toneladas, apesar do aumento do feriado do Ano Novo Lunar. As compras no país estabilizaram por conta das condições econômicas voláteis e os medos relacionados à guerra comercial internacional, explicou o Conselho Mundial do Ouro. Enquanto isso, a demanda dos EUA cresceu 1% e passou para 24 toneladas – a maior já registrada em um primeiro trimestre nos últimos dez anos.

Ao mesmo tempo em que mais joias do metal eram vendidas, a demanda global por ouro em todas as demais formas em que ele é comercializado – como barras e moedas, e por tecnologia, finanças e investimento – permaneceu estável em 1.150 toneladas.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado