LinkedIn é a bola da vez e TikTok está chegando com força total

Essas são as mídias que vão bombar em 2020

Por Vinícius Taddone

O TikTok está chegando com força total. O aplicativo de vídeo simplesmente foi o segundo mais baixado em 2019, atrás apenas do WhatsApp, e alcançou mais de 738 milhões de downloads no ano passado no mundo. O aplicativo chinês ultrapassou o Instagram e o Facebook, que chegaram a ocupar a quarta e quinta colocação respectivamente.

A pesquisa realizada pela Sensor Tower, identificou que as instalações do TikTok, em 2019, representaram 44% dos 1,65 bilhões de downloads. Tenho uma leve impressão de que nosso glorioso Mark Zuckerberg esteja mexendo seus pauzinhos para uma aquisição, mas por ora o que sei é que ele anda criticando a performance de segurança do TikTok, comparando com seus produtos que possuem fortes proteções de criptografia e privacidade. Enfim, acompanharemos a evolução deste assunto juntos.

Veja a lista dos aplicativos mais baixados em 2019, segundo a Sensor Tower:

1. WhatsApp

2. TikTok

3. Facebook Messenger

4. Facebook

5. Instagram

6. Likee

7. SHAREit

8. Youtube

9. Snapchat

10. Netflix

O TikTok tem mais de 500 milhões de usuários ativos no mundo, segundo DATAREPORTAL, 2019. De toda essa galera, foi identificado que 44% são mulheres e 56% são homens, segundo APP APE LAB. Além disso, os usuários gastam em média 52 minutos por dia no aplicativo, segundo BUSINESSOFAPPS, 2019. Ele está presente em 152 países e disponível em 75 idiomas, segundo APPTRACE, 2019. Por fim, mais de 1 bilhão de vídeos foram vistos todos os dias no ano passado.

Já o LinkedIn é um velho conhecido. Seu lançamento ocorreu em 2003, com objetivo de gerar relações estritamente profissionais entre seus usuários. Em setembro de 2019, no Brasil, atingimos o número de 12,5 milhões de desempregados, segundo IBGE. O Instituto também apontou que 38,8 milhões de brasileiros estão na informalidade.

O Brasil ocupa a quarta posição no mundo em número de usuários no LinkedIn, segundo estudo da própria empresa neste 2020. 40% dos 660 milhões de usuários ativos no LinkedIn, usam a plataforma diariamente. A divisão de gênero está em 43% de mulheres e 57% de homens, segundo LinkedIn, 2019. (similar ao TikTok este dado, não?)

No mundo, mais de 30 milhões de empresas têm presença no LinkedIn, segundo a empresa. Os usuários gastam em média 7 minutos por sessão e uma média de 10 minutos por dia, segundo ALEXA, 2020. 45% dos leitores dos artigos do LinkedIn estão em posições altas, como C-Level, Gerentes, VPs e Diretores.

Por fim, o LinkedIn foi considerado a mídia social com melhor geração de leads qualificados (2,74%), sendo 4 vezes maior que o Twitter (0,61%) e em segundo lugar o Facebook (0,77%), de acordo com a taxa de conversão de visitantes versus leads, segundo estudo da HUBSPOT com 5.198 negócios.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado