Museu reúne pedras preciosas do mundo inteiro em Gramado

Geo Museu, novo espaço aberto neste mês de abril, conta com pedras preciosas do mundo inteiro e prevê receber 150 mil visitantes por ano em Gramado

fachada do Museu

Caracterizada por oferecer sempre novos atrativos para os turistas que a visitam, a cidade de Gramado, no Rio Grande do Sul, conta com mais uma atração a partir deste mês de abril: o Geo Museu.

Aberto neste feriadão de Páscoa, ele reúne mais de 600 pedras preciosas em um amplo prédio de três mil metros quadrados. O espaço foi construído especialmente para o museu e está localizado na avenida das Hortênsias, próximo à divisa com a cidade de Canela.

O Geo Museu sucede ao Museu Gramado de Pedras Preciosas, fundado em 2008. O interesse crescente do público pelo tema levou os empreendedores a procurarem um local mais amplo, que valorizasse cada uma das peças do acervo.

Geo Museu

O Geo Museu exibe pedras como ágatas, ametistas, citrinos, turmalinas e opalas, além de exemplares de fósseis. Entre as mais fotografadas está um geodo de quartzo ametista procedente do Uruguai, com quatro metros de altura e mais de seis toneladas de peso. Ele é oriundo dos grandes derrames vulcânicos que originaram a Formação Serra Geral, desencadeados pela separação da América do Sul da África, há cerca de 130 milhões de anos atrás. Essa ametista se destaca pela cor púrpura intensa e reúne todas as características de valor que os colecionadores apreciam.

Pedras do mundo inteiro fazem parte do acervo do museu. Além de amostras obtidas em estados brasileiros como Rio Grande do Sul, Bahia e Minas Gerais, o espaço apresenta pedras vindas da Índia, Uruguai, Paquistão, Indonésia, dentre outros. Um dos destaques do Geo é um painel retro iluminado de alabastro-ônix translúcido, medindo 7 metros de comprimento e 2,5 metros de altura. As placas para a confecção do painel foram importadas do Paquistão e são provenientes de um único bloco de rocha. A busca pelo lote ideal levou os empreendedores a mais de um ano de pesquisas pela Ásia e Europa.

Geo Museu

O Geo Museu também conta com um salão de fósseis, com exemplares de animais e de troncos de árvores petrificados. No espaço há uma pinha fossilizada vinda da Patagônia.

A nova atração turística de Gramado tem capacidade para receber até três mil visitantes por dia. Os empreendedores estimam a presença de 150 mil pessoas no primeiro ano de funcionamento.
Serviço:

Geo Museu

Funcionamento: de segunda a segunda, das 8h30 às 18h

Local: Carniel, Gramado – RS, 95680-000

Ingressos: R$ 12 (melhor idade, estudantes, portadores de necessidades especiais e ID Jovem) e R$ 24.

 

Fonte: Gramado Experience

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado