Ouro se recupera em 2018

Os preços do metal subiram ao patamar mais alto nos últimos seis meses

O mercado do ouro fecha 2018 com otimismo. Depois dos altos e baixos nas ações globais, o lingote do metal chegou a subir 0,5% nesse final de ano, ampliando o ganho da semana passada. Segundo especialistas, o setor caminha para o maior avanço mensal desde janeiro de 2017 impulsionado pela queda das ações dos Estados Unidos na Ásia.

Essa movimentação fez o mercado relembrar que o ouro é parte essencial de toda estratégia de investimento de longo prazo por oferecer segurança e liquidez. Diante da queda dos futuros de ações dos EUA, o ouro à vista chegou a avançar para US$ 1.274,82 a onça, preço mais alto desde junho.

O metal registra alta de 4,3% até agora em dezembro, ganhos maior do que em outubro e novembro. A prata também foi beneficiada pela busca por metais preciosos. O preço chegou a subir 0,6 por cento, para US$ 14,8575 a onça, o mais alto desde 2 de novembro. A platina e o paládio também subiram.

Oferecimento:

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado