Conheça a maior pepita de ouro encontrada no Brasil

A riqueza mineral brasileira é reconhecida em todo mundo. O país respondia pela metade da produção mundial de ouro no século 18 e, desse rico, passado, há registros históricos que impressionam. Uma delas é a Pepita Canaã, descoberta na região de Serra Pelada, no município de Curionópolis, no Pará, em 1983.Com peso bruto de 60,82 kg e 52,33 kg de ouro puríssimo, é considerada uma das maiores do mundo.

O minério precioso foi encontrado pelo garimpeiro Júlio de Deus Filho e comprado pelo Banco Central do Brasil em 1984. Atualmente está em exibição aberta ao público na “Sala de Ouro” do Museu de Valores do Banco Central, em Brasília (DF). A pepita é a maior parte de uma pedra de quase 150 quilos, que se partiu em vários pedaços quando foi retirada do solo.

O Banco Central estima, levando em consideração a cotação do ouro, que o valor em espécie dessa preciosidade corresponda a cerca de R$ 7,5 milhões. A instituição destaca, porém, que o valor histórico da pepita, por tratar-se de peça única, é inestimável.

O Museu de Valores do Banco Central fica aberto de terça-feira a sexta-feira das 10h às 18h, mas o acesso ao local só é permitido até as 17h30. O museu também é aberto no primeiro sábado de cada mês. Os visitantes devem levar documento de identificação com foto e os menores acompanhados dos responsáveis dispensam identificação.

Oferecimento:

Logomarca - Abramp – Associação Brasileira dos Metais Preciosos

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado