Relojoarias tradicionalmente masculinas estão voltando a atenção para o público feminino

As relojoarias estão dando mais atenção às demandas das mulheres por joias de marcar o tempo

 

Por Clara Lemos

Relógio Rolex. Foto: Instagram @rolex

 

As mulheres atuais estão mostrando ao mundo, cada vez mais, que possuem tanto dinheiro e vontade de comprar quanto os homens. Assim, setores de luxo que eram tradicionalmente masculinos estão sendo forçados a se adequar para atender à grande demanda de mulheres que estão interessadas em produtos e designs bonitos e funcionais. É o que está acontecendo no setor relojoeiro, que tradicionalmente é voltado para os homens, mas tornou-se um terreno que as mulheres também estão conquistando.

 

Relojoarias como Omega, Rolex e Jaeger-LeCoultre, que eram mais voltadas ao público e gostos masculinos, estão lançando coleções para elas, com designs e funcionalidades surpreendentes. Já Cartier, Chopard e Piaget são tradicionalmente especialistas em relógios femininos, assim não precisaram se adequar.

 

Outro fenômeno também está sendo observado, que diz respeito à perda da fronteira entre relógios masculinos e femininos, fabricando modelos que podem ser usados por todas as pessoas. Este é um caminho que tem se mostrado cada vez mais interessante de se seguir, uma vez que a moda tem se tornado mais consciente e inclusiva.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado