Sustentabilidade humana, saiba o que isso representa para o seu negócio

Não adianta cuidar das árvores se não cuidamos também das pessoas que estão no Planeta

Cledson Bernardo

O meio-ambiente entrou definitivamente na pauta das empresas e isso não é apenas choro de criança ou frescura de ecologista. Basta ver as manobras que gigantes de vários setores estão fazendo para se adequar aos novos tempos para entender que a coisa é séria de verdade, nem tanto pelo possível caos ecológico que se anuncia, mas porque o mercado consumidor tem escolhido se preocupar com o Planeta. No setor joalheiro, grifes como Tiffany, De Beers e muitas outras já deram passos nessa direção, mostrando ao setor para onde a roda dos negócios está girando.

Para as empresas que estão vislumbrando enveredar por esse caminho, aviso que sustentabilidade vai além do mundo verde. O termo define as ações e atividades humanas que visam suprir as necessidades atuais dos seres humanos sem comprometer o futuro das próximas gerações. Assim, a sustentabilidade está diretamente relacionada ao desenvolvimento econômico e material sem agredir o meio ambiente, usando os recursos naturais de forma inteligente para que eles se mantenham no futuro. Seguindo estes parâmetros, as empresas precisam garantir o desenvolvimento sustentável, incluindo ações  para a melhoria de vida do ser humano.

Ações sociais, inclusive as de políticas públicas, como institutos de caridade, projetos governamentais são algumas formas de ajudar pessoas que não tem uma rentabilidade agravável. Contudo, essas práticas podem ser “viciosas”, pois o importante é inseri-la “em seu mundo” fazer com que a pessoa se encontre, sinta-se bem consigo, conquiste seus objetivos tanto profissionais quanto pessoais. Sustentabilidade humana é pensar, se localizar, agir, e consiste em quadro quadrantes: capital e inteligência social, emocional, espiritual, e claro, humano.

QUADRANTE A – HUMANO 

O que sei? O que penso? Como aprendo?

QUADRANTE B – ESPIRITUAL

O que sou? O que valorizo? No que creio?

QUADRANTE C – SOCIAL 

Como interajo? Como me solidarizo? Como coopero

QUADRANTE D – EMOCIONAL 

Como me controlo? O que me emociona? Como me relaciono?

Parece complicado, mas é simples. Sustentabilidade humana é a capacidade que temos em viver, com solidariedade, generosidade, respeito e principalmente estar bem consigo mesmo, independente de sua situação. Entender os problemas e contexto de sua vida e pensar e achar soluções para seu bem-estar. Além disso, ter ações que beneficiam as gerações futuras, seja no âmbito social, familiar, empresarial, ambiental, entre outras. Assim, desenvolvendo habilidades para diminuir ou zerar problemas e encontrar soluções para os males que aflige a humanidade. Fica aqui o convite para as empresas refletirem como vão cuidar, além das árvores, das pessoas que estão em sua cadeia, dos colaboradores aos consumidores.

Cledson Bernardo é engenheiro ambiental e Empreendedor Sustentável

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado