Tem romance no ar

Fabergé cria linha de joias romântica inspirada em agente secreto

Gabriel Moura

Tem perfume romântico chegando nas joias de luxo. A Fabergé acaba de lançar a coleção Crescent. A nova linha explora a aventura e o eterno símbolo romântico da lua, inspirada em um cliente da casa.

Usando a lua como símbolo do amor, a Fabergé criou um pingente, anel e brincos baseados na história de um agente secreto. A marca explicou que essas peças pretendem levar todos de volta no tempo. No início dos anos 1960, um misterioso oficial do serviço secreto francês, Charles Antoine Roger Luzarche d’Azay, deu sua coleção de 18 cigarreiras requintadas de Fabergé ao Musée des Arts Décoratifs em Paris. Anos depois, amigos de M. Luzarche d’Azay explicaram que Charles estava desesperadamente apaixonado pela glamourosa aristocrata francesa, a princesa Cécile Murat – que já era casada.

Assim, a Fabergé foi inspirada nessa devoção e nos símbolos enigmáticos que cercaram esse caso de amor proibido. A nova coleção celebra a lua crescente como um símbolo de beleza e devoção, enquanto a esmeralda está associada à eternidade, ao coração e à renovação do amor. Por isso, ambas fazem parte das peças lançadas pela joalheria.

A coleção Fabergé Crescent  é notável por sua delicadeza e acabamento, com luas crescentes de ouro amarelo de 18 quilates, elegantemente detalhadas, escolhidas por uma linha de diamante pavimentada com uma estrela esmeralda cintilante aninhada nos braços curvos da nova lua.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado