Tiara usada por Meghan Markle em seu casamento ganha exposição

É a primeira vez que a joia é apresentada numa mostra aberta ao grande público

Por Gabriel Moura

O casamento protagonizado por Meghan Markle com o príncipe Harry, lançou tendências para o universo bridal e despertou a curiosidade de noivas do mundo inteiro. Agora, quem desejar ver ao vivo as peças desse evento que entrou para a história poderá se programar para a exposição que acontecerá no Castelo de Windsor, entre 26 de outubro de 2018 e 6 de janeiro de 2019. Além dos trajes dos noivos, o público poderá conferir a tiara de diamantes usada pela noiva do ano.

Essa será a primeira vez que a joia será exibida ao grande público. Confeccionada em platina e cravejadas com diamantes, a preciosidade faz parte do acervo da rainha Elizabeth II, que emprestou a peça para a duquesa especialmente para o casamento.  

A tiara foi feita para o casamento da Rainha Mary com o rei George V, em 1911. A joia foi projetada especialmente para acomodar um broche que foi dado a Mary em 1893, em comemoração ao seu noivado com o então príncipe George. A rainha Elizabeth II herdou as peças em 1953.

A tira tem design com inspiração decó, forma arredondada e é dividida em 11 seções, recobertas com diamantes grandes e pequenos, formando desenhos geométricos. O centro recebe o broche de 10 diamantes, que é destacável e pode ser usado a parte. Para o casamento de Meghan a peça foi customizada, mas sofreu poucas interferências.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado