Tiffany &Co. e Supreme anunciam collab

A parceria faz parte da estratégia da joalheria de se aproximar dos consumidores jovens

Por Erica Mendes

Na última segunda-feira, a joalheria Tiffany & Co. e a marca de streetwear Supreme anunciaram, simultaneamente, em suas redes sociais uma collab com as peças disponíveis nas lojas e no site da Supreme a partir de hoje, quinta-feira (no Japão dia 13 de novembro).

No vídeo, Sean Pablo, atleta de skate da equipe Supreme, exibe roupas da marca e um colar de pérolas (a previsão com essa collab é deslanchar de vez o uso de pérolas pelos homens) e pingente de prata com a mensagem ‘Please return to Supreme New York 925’. O texto faz referência ao teor da prata (Ag 925) e a frase ‘Please return to Tiffany & Co.’, que era gravada nas joias de uma coleção da joalheria do final da década de 60 e que são a fonte de inspiração para essas novas peças.

A nova coleção contempla colares de prata e pérolas, pulseira, brincos com design de coração, um chaveiro padrão e um outro chaveiro tipo faca. E a emblemática embalagem azul ganhou o logo da Supreme.

Embalagem da Tiffany com logo da Supreme
Foto: Reprodução Instagram

Proximidade com os jovens
A parceria entre as marcas é mais uma das estratégias de branding da joalheria de se aproximar do consumidor jovem. Desde quando a Tiffany & Co. foi comprada pelo conglomerado de luxo LVMH em janeiro deste ano, sua imagem tem sido rapidamente renovada. Ao longo de 2021, essa ‘injeção de energia juvenil’ tem sido visto nas campanhas ‘Not Your Mother’s Tiffany’ (em tradução livre ‘não é a Tiffany de sua mãe’) e ‘About Love’, estrelada por um rapper e uma cantora considerada a rainha do ‘pop’, o casal Jay-Z e Beyonce.

Muitos vão pensar que a Supreme está agradecendo a Tiffany por essa collab, mas é justamente ao contrário. Lançada em 1994, a Supreme supera o número de seguidores da Tiffany, fundada em 1837: são 13,3 milhões x 12,7 milhões de seguidores, respectivamente. Mas não é só isso. A Supreme dialoga diretamente com o público que a joalheria quer atingir. Na contramão, a Supreme aproveita de toda a excelência da joalheria para ganhar o ‘brilho’ e o status de uma marca de luxo.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado